Curso de Técnicas Verticais com Rapel em Atrativos Naturais
Ministrado em Brasília

O curso de Técnicas Verticais Básico com rapel é um curso elaborado para pessoas que não tem experiência na área e queiram se aprimorar para obter o domínio das técnicas verticais de acesso por corda em cavernas. Neste, as pessoas vão aprender e aprimorar as técnicas de nós, de equipamentos de segurança vertical individual e coletivo, como fazer ancoragens artificiais e naturais (árvores, blocos de pedra, espeleotemas) e técnicas de descensor e ascensor por corda.

As técnicas verticais são o conjunto de técnicas de subidas, descidas e movimentação em desníveis verticais usando equipamentos de segurança, como cordas, fitas, mosquetões, cadeirinha e outros acessórios específicos. É utilizada na prestação de serviços em altura, resgate em ambientes verticais, ou pelo simples prazer de descer uma parede, uma ponte ou uma cachoeira no denominado cachoeirismo.

Sozinhas, as técnicas verticais com rapel não são considerados um esporte, mas sim uma técnica que pode compreender alguns esportes de aventura, como a escalada (no qual o escalador vai ter que ter domínio delas para auxiliar na subida e descida), o canionismo (onde seguindo o percurso do rio no sentido da correnteza, a pessoa vai ter que transpor obstáculos naturais como cachoeiras) e em espeleologia (exploração e estudo de cavernas - onde podem existir trechos com abismos, clarabóias, dolinas, entre outros obstáculos naturais a serem transpostos).

A palavra “rappel” deriva do verbo francês rappeler, que significa lembrar, chamar, fazer voltar, por isso, por muito tempo o rapel foi considerado descida feita por meio de corda dupla, onde após descer, a pessoa recuperava a corda, chamando-a, fazendo voltar para si. Por isso, rapel era feito somente em montanhismo, onde o escalador descia através de cordadas (etapas a serem transpostas de um ponto de ancoragem a outro) e no canionismo, onde para descer as cachoeiras o canionista tinha que recolher a corda para próxima descida. A descida em corda simples era chamada de “descida em corda fixa”, devido ela estar fixada no ponto de ancoragem, e conseqüentemente não ter como recuperá-la, permitindo com que muita das vezes a pessoa pudesse subir pela mesma, como é o caso da espeleologia, onde o espeleologo desce, mas tem que voltar pela corda utilizando a técnica de ascensão para sair da cavidade. Devido à popularização da técnica de descida em corda, generalizou-se como rapel toda descida, seja ela em corda simples ou dupla, mais o mais correto continua sendo as abordagens acima relacionadas.

*Esse curso não gabarita pessoas para trabalharem na área ou levarem amigos após o mesmo, mas sim fazerem seu próprio rapel. Aventura consciênte é aventura segura!

DESCRIÇÃO:

• 1° Dia (sábado) – aula teórica e prática das 8 h às 16 h na Asa Norte em Brasília;
• 2° Dia (domingo) – aula prática e batismo das 8 h às 16 h no Buraco das Araras - Formosa GO.

DATAS:

• Dia 02/09 e 03/09 de 2017;
• Dia 30/09 e 01/10 de 2017.

*Ministramos esse curso todo primeiro fim de semana do mês com no mínimo 04 alunos (nós formamos as turmas), ou quando fechamos outras datas de interesse dos alunos com no mínimo 04. Só não em feriados e datas comemorativas.

INCLUI:

• Traslado de ida e volta ao atrativo natural visitado no domingo (opcional);
• Apostila de Técnicas Verticais - Básico;
• Instrutor especializado;
• Fornecimento de equipamentos de segurança vertical;
• Entrada no atrativo natural;
• Primeiros socorros e rádio-monitoramento;
• Seguro de acidentes pessoais;
• Certificado de conclusão do curso.

Preço por pessoa:

• Sem traslado no domingo: R$ 330,00 à vista, ou duas (entrada + 1) de R$ 175,00;

• Com traslado no domingo: R$ 380,00 à vista, ou duas (entrada + 1) de R$ 200,00.

*Convide dois amigos e ganhe a terceira vaga inteiramente grátis (sem o translado).

Confira também nosso Curso de Canionismo Básico clicando aqui.

RESERVAS:

Telefones: (61) 98507-8001 Tim - (61) 99942-5098 Vivo - (62) 3446-1235 Fixo

WhatsApp: (61) 98507-8001 - Atendimento das 08:00 às 19:00h.

E-mails: itakama@gmail.com ou contato@itakama.com.br (alternativo)

*As reservas devem ser feitas antecipadamente por e-mail, passando junto telefone para efetivação, ou por telefone, passando o e-mail para efetivação. Onde posteriormente enviamos por e-mail os procedimentos a serem seguidos, junto a conta no Banco do Brasil para o pagamento ser efetuado por meio de depósito de 50%, e no dia do passeio o restante, quando à vista, ou quando dividido em duas vezes, a primeira parcela do pagamento deve se feita por meio de depósito, e a segunda 30 dias após o primeiro depósito, por meio de depósito programado, ou dando um cheque no dia da saída.

Instrutor:

Maurício Martins atua com atividade e esportes verticais desde 1996, sendo um dos precursores das técnicas verticais, escalada, espeleologia e canionismo em Brasília e Goiás. Provisionado em educação física na área de Montanhismo, com Cref DF (Conselho Regional de Educação Física do Distrito Federal) n° 2568, alpinista indutrial Irata (Industrial Rope Access Trade Association) n° 1/36582, e com curso da CIC (International Association of professional CIC canyon guides).


Caverna Escaroba Cachoeira Indaiá Buraco das Araras Chapada dos Veadeiros Chapada Diamantina Mambaí Terra Ronca Curso de Técnicas Verticais